Ensino de qualidade e melhor remuneração dos professores

Home »

Porque no PNE não debatem sobre uma remuneração melhor para os profissionais da educação?

De que adianta capacitação para os proficionais da educação se não tem uma remuneração melhor.

Ides Rangel de Carvalho Sousa - Tamboril do Piauí


// Respostas

Pois é. A discussão em torno da qualidade do ensino nas escolas públicas brasileiras é longa, afinal é evidente que alguma coisa precisa ser mudada se quisermos ter escolas de qualidade. O PNE – Programa Nacional de Educação é um desses esforços. Ele é composto por 10 diretrizes objetivas e 20 metas para a concretização das diretrizes. O projeto é amplo e envolve toda a cadeia estudantil desde material didático, transporte, laboratórios de informática, entre outros.

Remuneração dos professores

 Muito se fala em remuneração dos professores e profissionais da educação como forma de melhorar a qualidade do ensino, isto realmente pode ajudar muito, mas é muito perigoso esperar que uma ação deste tipo venha trazer os resultados que precisamos. Os profissionais da educação precisam sim ser melhores remunerados, mas é necessária sim a qualificação profissional deles também, bem como um amplo investimento na infraestrutura das escolas, do modelo educacional, entre outros.

Educação em casa

O PNE poderia também tratar da questão da educação em casa, afinal existe um equívoco de pensar que a escola é responsável pela educação, lego engano, a educação precisa começar em casa, mas como muitos pais farão isso se eles também não a têm? Como incentivar o aluno a leitura se ele nunca viu seu pai ou sua mão lendo? Como levar o aluno a ter uma visão macro se em casa o mundo dele se resume em novelas e futebol na TV?

Perceba que o problema da qualidade do ensino é muito amplo e requer um esforço e investimento que o PNE não contempla em sua totalidade.



// Dúvidas Relacionadas


 

2013   //   Utilweb   //   Política de Privacidade