Vale a pena parcelar o imposto de renda

Home » Economia e dinheiro

Quando é chegada a hora de pagar o imposto de renda existe a alternativa de pagar a vista ou de fazer o parcelamento do débito com a Receita Federal. Mas será que vale a pena parcelar o importo de renda? Existe alguma vantagem clara para fazer isso em relação ao pagamento a vista?

[ Quero Responder ]

PG - PG


// Respostas

De acordo com a Receita Federal o parcelamento do pagamento do imposto de renda de pessoa física é possível em até 8 vezes ou 8 cotas como é mais comumente chamado na Receita. Isto acontece após a apuração anual ou ajuste anual que é feito geralmente em março/abril. Contudo o parcelamento sofre acréscimos de juros e neste caso seria interessante a pessoa avaliar se vale a pena parcelar e pagar juros ou fazer a quitação a vista.

Sobre os juros a Receita esclarece o valor sofre acréscimo de juros equivalentes à taxa Selic, para títulos federais, acumulada mensalmente, a partir do primeiro dia do mês subsequente ao previsto para a apresentação da declaração até o mês anterior ao do pagamento, e de 1% referente ao mês do pagamento, ainda que as quotas sejam pagas até as respectivas datas de vencimento.

Existe ainda uma regra que diz que no caso de parcelamento do IRPF as prestações resultantes do parcelamento não podem ser inferior a R$ 50,00 ou em caso do valor total do imposto ser inferior a R$ 100,00 o pagamento deverá ser feito em cota única.

Acho que se houverem recursos disponíveis é melhor pagara a vista, neste caso não vale a pena parcelar, mas não havendo recursos o parcelamento pode ser útil e ai vale a pena.


// PERGUNTAS RELACIONADAS


Responder / Comentar

Para responder ou deixar um comentário, preencha os campos abaixo é clique em Enviar.
Se o objetivo for fazer uma pergunta, clique aqui

Digite seu nome:


Digite seu email: (ele não será divulgado)


Cidade:


Resposta / Comentário: (respostas ou comentários inadequados serão excluídos)


Digite os números abaixo:


 

2013   //   Utilweb   //   Política de Privacidade