Vale a pena o Brasil sediar a Copa de 2014?

Home » Utilidade Pública

Em 2014 o Brasil irá sediar a Copa do Mundo de Futebol, considerado o segundo mais evento esportivo do mundo, após as olimpíadas apenas. Mas do ponto de vista financeiro, estratégico e outros é importante considerar a pergunta se vale a pena ou não o Brasil sediar esta competição.

[ Quero Responder ]

PG - PG


// Respostas

A discussão é grande em torno do assunto e os protestos que ocorrem nos últimos meses mostram uma certa insatisfação da população com a realização da Copa do Mundo no Brasil. Mas no início não foi bem assim, pois sendo o Brasil considerado o país do futebol, a realização da Copa do Mundo aqui seria algo muito natural e desejado por todos. Seria. O problema é que realizar uma copa custa caro, é preciso construir estádios, melhorar o sistema de transportes, fazer investimentos pesados na infraestrutura do país, entre outros. Tudo isso é feito em parte com dinheiro público e parece que isso desagradou a muitos, pois a cifa é muito alta, enquanto que outros setores como saúde, educação, segurança pública e outros sofrem com a falta de investimentos.

Então a pergunta que surgiu na cabeça das pessoas foi: Se há dinheiro para investir na copa do mundo, porque não há para a educação ou saúde, por exemplo? Se é tão importante assim construir estádios, porque não construir escolas e universidades?

Diante disso a conclusão lógica que se chega é que não vale  a pena o Brasil sediar a Copa do Mundo. Pois o dinheiro público está sendo usado para promover um show, onde os atores e os expectadores não são a maioria dos brasileiros, estes vão ficar batendo palmas, mas do lado de fora.


// PERGUNTAS RELACIONADAS


Responder / Comentar

Para responder ou deixar um comentário, preencha os campos abaixo é clique em Enviar.
Se o objetivo for fazer uma pergunta, clique aqui

Digite seu nome:


Digite seu email: (ele não será divulgado)


Cidade:


Resposta / Comentário: (respostas ou comentários inadequados serão excluídos)


Digite os números abaixo:


 

2013   //   Utilweb   //   Política de Privacidade